dugongo viagensViver uma grande aventura na África!

Contato:
T. +258 82 820 6576

facebook twitter

Atenção! Este site usa cookies e tecnologias semelhantes.

Se você não alterar as configurações do seu navegador, você aceita a sua utilização. Saiba Mais.

Eu concordo

sudafrica y su encanto

MOÇAMBIQUE , UMA VIAGEM ESPECIAL


Moçambique, com os seus recifes coralinos e sua abundante fauna marinha, é um lugar paradisíaco para o mergulho e outras atividades aquáticas. É banhado por águas mornas do Índico, esta antiga colónia portuguesa é um paraíso por desvendar. Para além do famoso Arquipélago de Bazaruto, encontram­se inumeráveis lugares para mergulhar ao longo da costa. Em particular destaque a Praia do Tofo, espetacular mergulho com Mantas Raias, Tubarões Baleia para além de outras como a Ponta de Ouro, Paria do Bilene, Ilha da Inhaca, Jangamo, Pemba, etc.
Com praias praticamente virgens, é um destino muito popular para a pesca desportiva.
Possue 2.500 Km de costa com águas cristalinas e areia branca.

História

história moçambique

O acontecimento principal que marca a história moderna de Moçambique, é a ocupação colonial portuguesa, que colonizou e permaneceu no país durante 500 anos.

  • Em 1507, los portugueses ocuparam o porto de Moçambique, em busca de ouro no interior do país. Nos meados do Sec XVII iniciou o comércio de escravos , a maioria deles eram levados para o Brasil a outra colónia portuguesa.
  • Em 1878, a escravatura foi abolida em Moçambique.
  • Em 1898, Lourenço Marques (Maputo) foi declarada capital da colónia.
  • Durante a primeira metade do Sec XX, milhares de colonos portugueses chegaram para estabelecer­se no país. Houve um crescimento da economia sob a ditadura de Salazar. Foram construidos bairros coloniais e largas avenidas.

A resistência colonial iniciou em 1962, com a formação da FRELIMO (Frente de Libertação de Moçambique). Em 1975, o país tornou­se independente porém eclodiu a guerra civil até 1994 quando foi assinado o acordo geral de paz. E, em 1994, decorreram as primeiras eleições gerais ganhas pela Frelimo, partido que lidera até a atualidade.

Geografia

Moçambique está situado na costa oriental da África Austral, na costa do Oceano Índico. A norte faz fronteira com a Tanzania e a noroeste com o Malawi e a Zâmbia, a oeste com o Zimbabwe, a África do Sul , a sul a África do Sul e Suazilândia, a leste a seção do Oceano Índico designado Canal de Moçambique, cujos vizinhos são Madagáscar e Comores.

O território está formado por uma imensa planície de 799. 380 Km² com uma altitude média de 200 metros sobre o nível do mar, salvo a oeste do país onde se encontram o maciço e montanhoso Inyanga que no seu pico alcança os 2. 500m de altitude. Os rios mais importantes são o Zambeze, no centro e o Limpopo ao sul.

CULTURA E POPULAÇÃO

CULTURA E POPULAÇÃO

O país conta aproximadamente com 21.742.332 habitantes e conta com 41 línguas de origem bantu. A população está composta por várias etnias de origem bantu: Macua, Tsonga, Ndau, Shona, Yao, Makonde, Chope ...
O idioma oficial é o português.
Não existe uma religião oficial. O Cristianismo é a religião mais popular porém existem muitos seguidores do Islamisno bem como alguns ateus. Nas zonas rurais predominam cultos tradicionais.

Economia

economia moçambique

A economia está baseada principalmente na agricultura, praticada por, 70% da população os principais produtos são: frutos secos, chá, milho, sementes oleaginosas, sisal, algodão e cítricos. A indústria florestal está a incrementar o seu peso na economia nacional. A pesca é de vital importãncia sob ponto de vista de consumo interno bem como no âmbito das exportações. Na indústria manufatureira destacam­se: alimentos processados, tecidos, bebidas, cimento, alumínio e fertilizantes.
As explorações mineiras produzem carvão, sal, bauxite, pedras preciosas e mámores. Para além do destaque na produção do gás natural, exportado para a África do Sul, do mesmo modo exporta energia produzida em Tete na Barragem de Cabora Bassa, considerada entre as dez maiores e melhores equipadas do mundo.
Do mesmo modo, o turismo constitui uma importante fonte de ingressos para o país, tendo aumentado em cinco anos uns 400% a entrada de turistas. Por este motivo, o governo construiu um novo aeroporto por forma a responder a demanda atual. Os principais sócios comerciais são os Estados Unidos, Portugal e África do Sul.